segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

A Privadização dos Filhos da Puta em Marcha

FHC I e II (que foi, vale lembrar, o articulador da mudança na lei para permitir reeleição), contrariando expressamente idéias que defendeu em seus livros anteriores, durante seu governo (?) privadizou em massa, sendo a mais célebre delas o incrível escândalo das chamadas Teles. O argumento era sempre o mesmo: empresas privadizadas funcionam melhor, dão mais lucro, melhoram a qualidade dos serviços e elevam o número de empregos. Apesar das promessas, uma das raras exceções que realmente cumpre a babaquice verborágica, é a Vale do Rio Doce.

Na sexta-feira dia 15, a privadizada Light (que já foi alvo de grandes escândalos e dirigida por sujeitos capazes de fazer o Corrupião Corrupto do Veríssimo corar), anunciou um corte de energia aqui na área para a realização de “melhorias”. A luz seria limada às 8 da manhã e voltaria, impreterivelmente, às 12 horas. Picas. Por volta das 15 horas, uma neta precisava usar o nebulizador para a asma e nada de energia. Teve que ser levada às pressas para o lugar mais próximo que tivesse energia disponível. Os filhos da puta conseguiram fazer a luz voltar lá pelas 18 e porrada. Por que a Light não troca seu nome para Dark? Seria muito mais coerente, não só pela claridade em si, como por sua obscura contabilidade. Enfiem uma lâmpada no cú e tenham uma noite circense, palhaços!

6 comentários:

Mauricio disse...

É mesmo a mais pura verdade. Pelas bandas daqui de casa, esta bosta de empresa anunciou que teríamos o corte em um domingo para reparos. É que toda vez que bate uma brisa a luz se manda. O corte veio na terça, sem aviso. Na primeira chuva: paf!, lá se vai a luz.

Eles estiveram aqui mais duas vezes, cheio de funcionários, escadas, cabos e até agora nada.

Post Scriptum: Aldir, você já viu a série de reportagens que o Luiz Nassif está publicando em seu blog fazendo denúncias à Veja? Fica a dica.

Elizabeth disse...

Sou completamente solidária com você, daqui de SP onde impera a Eletropaulo igualmente privatizada.
Mas fui indicada ao seu blog- e já fiquei fã- pelo Tiago Prata. Estou querendo um depoimento seu para um livro sobre o Tinhorão.Será possível? Se for, pode passar seu email?Um abraço
Elizabeth

Osmar Frazão disse...

Grande Aldir! como não tenho seu e-mail, aproveito este espaço para te agradecer muito pela citação do meu nome que você fez na entrevista que deu ao jornal da ABI. É uma honra! Muito legal. Fiz um agradecimento em meu blog (www.diariodoosmarfrazao.blig.ig.com.br) e o farei no programa também. Um grande abraço!
Osmar frazão (blogdofrazao@ig.com.br)

ediney disse...

a sigla FHC me embra remédio para matar vermes, pena que o Fernanado Henrique Cardoso não pisa os pés no chão e precise tomar um FHC ...

B. disse...

Maurício:
Vi e li a imperdível entrevista para a Revista Caros Amigos com o Nassif, de quem tenho a honra de ser amigo.
Abraço,
Aldir

B. disse...

Ediney:
FHC I e II é o responsável pela privadização selvagem que sucateou o país e pelo projeto de reeleição que hoje tenta jogar em cima do Lula. Não sei se vc leu os livros dele, li alguns. São o oposto de suas ações. Numa manhã de ressaca profunda, limpei a bunda com páginas de um deles.

Elizabeth:
A verdade é que as privadizações realizadas por FHC I e II só deram merda, com a possível exceção da Vale do Rio Doce, mas que daqui a pouco, conhecendo o Brasil um pouquinho, tb vai se meter em merda.
Vou enviar meu endereço para vc através de sua ID.


Abraço,
Aldir